O meu Blog

O Blog "Verba Volant, Scripta Manent" foi criado no âmbito de um exercício académico (Humanística Digital). Desde então, e por forma a dar alguma continuidade à experiência iniciada na blogosfera, mantém o objectivo de partilhar alguns textos pessoais (sob o habitual pseudónimo Troyka Manuel), bem como outros materiais literários de interesse pessoal.

Todos os comentários, sugestões ou críticas serão sempre bem-vindos!

Porque as palavras faladas voam... e a palavra poética, tantas vezes, fala por si... e permanece... sempre!

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

"Lithos" (etim. Grega - "Pedra")

Da pequena pedra rude
se constrói um destino,
uma estátua, um edifício.
Retumba a crueza dos nortes 
empedrados,acastelados de sentir.
Noites sem vento,
erosão degradada em nada.
Rude pedra, enfim,
modelada de pequenos fins.

Estão sós as pedras do rio,
frias, líquidas,
à espera de um destino:
molde inefável da sua Potência
de Ser mais e mais.
Deserta-Ilha de recriar
e sempre se Transformar.

Pequena pedra de vir-a-ser...
(Troyka Manuel)

5 comentários:

  1. Há pedras que possuem alma...experimenta tocá-las!
    Parabéns por mais este texto fruto de um poeta de "vir -a-ser!"..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São pedras de toque essas que nos fazem continuar! Obrigado, meu amigo!!

      Eliminar
  2. Nós e as ilhas... Definitivamente uma imagem "engastada" nas nossas almas.
    Será a nossa pedra de toque...
    Gostei!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ficamos "engastados", Alex, mas ficamos mudados, com toda a certeza! :-)

      Eliminar